Três motivos para usar Instagram para engajar clientes

Marcio Chleba
Marcio Chleba

O Instagram tem sido a rede social mais utilizada pelas pessoas no mundo. E o Brasil ocupa a 2ª colocação nesse ranking, com mais de 60 milhões de pessoas conectadas à rede, por segundo. E, para reforçar ainda mais esse número, 63% dessas pessoas acessam a plataforma todos os dias, o que gera um engajamento até 4x maior do que o Facebook.

 

Motivos para engajar no Instagram não faltam

 

O primeiro parágrafo desse texto já foi bastante convincente na apresentação de números, não é verdade? Mas nós seremos ainda mais: Cerca de 80% de toda a população mundial que usa o Instagram também segue uma ou mais empresas na rede social. Além do mais, o Instagram possui ferramentas de engajamento com valor muito baixos, se comparados à outras mídias sociais.

A facilidade para falar com seu público-alvo pelo Instagram também merece destaque. A comunicação acontece quase que de forma direta, sem rodeios, e você ainda pode direcionar cada campanha à determinadas pessoas que entende serem futuras conversões.

Além disso, a sua empresa também pode seguir outras pessoas/clientes e interagir com ele. E, convenhamos, já que vivemos a era da tecnologia e da informação em velocidade, fazer com que os clientes se sintam mais valorizados e presentes é uma estratégia e tanto (óbvio, respeitando limites e não sendo invasivo, deixando o cliente “respirar”).

 

Análise de números e campanhas

 

O Instagram possui ferramentas que auxiliam os profissionais de marketing a acompanhar o andamento de certas campanhas em números. Por exemplo, como foi o engajamento/aderência da minha campanha voltada ao público jovem feminino?

Através de opções precisas de dados o Instagram te informa quantos acessos essa foto ou vídeo tiveram, comentários diretos ou indiretos, acessos, visualizações completas dentre outras coisas. E para pessoas do marketing que sabem interpretá-los, eles servem como um prato cheio para tomadas de decisões e até para estratégias de campanhas posteriores.

O Instagram, por trabalhar muito mais com imagens do que texto, favorece a compreensão e assimilação mais rápida das pessoas, já que inúmeros estudos apontam que o nosso cérebro compreende imagens até 60 vezes mais rápido do que textos.

Porém, é necessário bater sempre na velha tecla: Apenas profissionais de marketing tem a formação, experiência e vivência necessárias para compreender as funcionalidades métricas das redes sociais.

De nada adianta colocar pessoas ou empresas que não tenham foco em mídias sociais para trabalhar o engajamento no Instagram. Seria como entregar a chave do seu carro à um manobrista que não tem carta de motorista: Ele pode até saber dirigir, mas não tem todo o conhecimento, conteúdo e bagagem de um manobrista que passou pela autoescola.

Infelizmente muitas pessoas com formações variadas e especializações em redes sociais tem se colocado como especialistas para gerir a conta de diversas empresas, o que acaba se tornando um grande risco, já que essas pessoas não têm habilidades suficientes sequer para interpretar informações, quem dirá para conduzir relatórios e direcionamentos de campanhas.

Não saber usar o Instagram corretamente pode fazer o efeito contrário ao engajamento. Portanto, busque empresas com ótimo histórico nessa área e também profissionais gabaritados e que estão sempre estudando e evoluindo.

Marcio Chleba
Marcio Chleba
Marcio Chleba é sócio fundador da agência Chleba, atuou por 8 anos como professor de pós-graduação da ESPM e é autor do livro “Marketing Digital - Novas tecnologias e novos modelos de negócio”

Quero receber novidades!

Receba nossas dicas e informações e alavanque seus negócios. Sem spam, prometemos.