10 Erros do Marketing de Conteúdo que você deve evitar

Marcio Chleba
Marcio Chleba

O Content Marketing vem trazendo resultados positivos na potencialização do engajamento das empresas nas redes sociais, sejam elas pequenas, médias ou grandes. Porém, por ser uma estratégia de marketing relativamente nova, se comparada com as demais ferramentas, ainda há muito o que se explorar e, inclusive, muitas ações já efetuadas a serem corrigidas, explicam os especialistas.

Confira algumas dicas do que não fazer ao trabalhar com Content Marketing e produza textos relevantes, envolventes, que alavanquem os seus negócios:

 01. – Não ouvir o cliente – conheça seus problemas e necessidades, daí faça textos com a exclusiva finalidade de ajudá-los a resolver tais questões;

 02. – Querer ser tudo – tudo bem ter um negócio diversificado, só não esqueça de criar um blog, por exemplo, para cada área e com conteúdo específico;

03. – Postar antes de pensar – ter estratégias definidas para as publicações, mesmo que não seja uma grande quantidade de posts, certamente dá mais resultados positivos do que fazer muitos compartilhamentos sem base, afirmam os especialistas;

04. – Aceitar todos os projetos – muitas vezes, as marcas trabalham o Marketing de Conteúdo com um orçamento apertado, que não permite realizar pesquisas ou testes. Portanto, avalie se vale a pena dizer sim para um projeto que não será bem elaborado e talvez, não surtirá o efeito esperado;

05. – Achar que o público vai encontrar o conteúdo – é preciso ter consciência da importância de fazer um trabalho sério de divulgação do produto/serviço, seja ele qual for;

06. – Confundir bons escritores, com bons profissionais de marketing – criar textos persuasivos, que geram audiência, vai muito além de entender de gramática ou escrever bem. O profissional de Content Marketing precisa ter uma visão mais ampla dos objetivos deste segmento e, talvez, até vivência de mercado;

07. – Esperar pela perfeiçãoé fundamental ter uma estratégia de marketing para atrair público/clientes, o que pode demandar tempo, custos e muito trabalho. Porém, começar é preciso, e mais importante do que atingir o sucesso desde o início, é dar um primeiro passo;

08. – Definir viralidade como objetivo – nenhum conteúdo deve ser elaborado com esse intuito. A viralização, que torna o produto popular, acontece naturalmente. O mais viável é investir em uma campanha memorável e aguardar os resultados;

09. – Esquecer o público – o profissional de Content Marketing precisa ter em mente que deve ser escrito que o público quer ler e não o que ele gostaria, para isso é necessário conhecer os interesses, consumo e comportamento dos futuros leitores, seja por meio de pesquisas ou outras ferramentas baseadas em dados. Assim, o profissional poderá ter ideias, tomar decisões e fazer investimentos mais assertivos;

10. – Saturar as pessoas– existe uma grande diferença entre estar conectado, fazendo publicações ou compartilhamentos interessantes e praticar oversharing, excedendo tudo isso. Uma boa dica é diversificar, tanto o público receptor quanto a frequência no envio de materiais.

O Marketing de Conteúdo pode ser um grande desafio, pois é preciso ser edificado dia a dia, com muita paciência, porém investir tempo e talento em suas estratégias traz benefícios duradouros e garantidos, afinal é um conceito que chegou para ficar. 

O consumidor já não quer ser convencido pelo marketing, ele quer ser encantado e o Content Marketing coloca as pessoas em primeiro lugar, exatamente onde elas querem estar.

Marcio Chleba
Marcio Chleba
Marcio Chleba é sócio fundador da agência Chleba, atuou por 8 anos como professor de pós-graduação da ESPM e é autor do livro “Marketing Digital - Novas tecnologias e novos modelos de negócio”

Quero receber novidades!

Receba nossas dicas e informações e alavanque seus negócios. Sem spam, prometemos.