Itens estratégicos para transformação digital pós-pandemia

chleba
chleba

Sempre que falamos sobre revolução digital pós-pandemia, é importante deixar claro que não estamos sugerindo que o offline vai deixar de existir ou fazer sentido. Precisamos lembrar que queremos estar na mente do consumidor e que, justamente por isso, queremos estar onde a mente dele vai, seja em meios on ou off.

Durante a pandemia, sabemos que tudo o que é presencial está ou estará comprometido em algum momento, e é nesse período que novas ferramentas e abordagens de marketing digital estão ganhando ainda mais força e alcançando até o perfil mais avesso às transações digitais. Quem não conhece ninguém que não compra pela Internet porque não confia, que atire a primeira pedra!

Mas e depois? E quando a pandemia passar e tudo voltar ao “normal”? Será que as alternativas digitais vão perder o espaço que conquistaram até mesmo entre os mais céticos? O que podemos aproveitar disso tudo e transformar em estratégia para vender mais e obter mais resultados, graças à transformação digital que estamos vendo acontecer diante dos nossos olhos?

Podemos continuar participando do negócio dos clientes, nos envolvendo com suas metas e, com elas, buscando alternativas que alcancem maiores resultados. E podemos fazer isso de maneira descomplicada, usando tudo o que aprendemos no sentido de obter dados, mensurar resultados e avaliar ações que precisam acontecer a partir disso. É o tal do “isso é papel do cliente”, que antes parecia fazer sentido e que aprendemos a deixar para trás com a pandemia.

E as plataformas integradoras? Aquelas que implementamos para executar ações automatizadas que resultaram em dados importantes para criar formas de prospecção, vendas e pós-vendas? O que antes era trabalho “terceirizado” pelo marketing, agora nós não só sabemos fazer, como descobrimos que é muito útil para potencializar nossos resultados.

Descobrimos também que a integração possibilita resultados incríveis. E o melhor disso tudo é que muitas vezes já trabalhávamos assim, fazendo com que o projeto fosse feito por várias mãos e não apenas por um departamento ou profissional específico, mas isso acontecia em casos pontuais ou especiais. 

Até que fomos obrigados a viver online e ao vivo, e descobrimos que com mais pessoas, de diferentes áreas, a ideia já nasce praticamente pronta e com todos os ajustes que muitas áreas, como a de TI, só teriam conhecimento lá na frente.

E por último – e não menos importante – como testamos ferramentas nesse período! Descobrimos um aplicativo para conferência onde todos podiam participar, e logo depois testamos um outro que funcionou melhor, e depois um terceiro que trouxe ainda mais agilidade, e assim por diante.

Vamos entrar na era pós-pandemia com a mesma garra e coragem que sempre nos moveu, mas com ainda mais ferramentas para praticar e mostrar os inúmeros benefícios ao mundo.

Quero receber novidades!

Receba nossas dicas e informações e alavanque seus negócios. Sem spam, prometemos.